Parabéns a todas as mães!

Parabéns a todas as mães não só nesta data, mas pela batalha e pelo maravilhoso trabalho de vocês. Mãe é a mulher que gera e cuida de um filho, assim como aquela que cria um ente querido como se fosse sua geradora, dando-lhe carinho e proteção.

Há quem diga que ao ter um filho, a mãe nunca mais saberá o que é dormir. E isso é verdade. Todos os problemas surgem, não dormem a noite, pois a princípio precisa amamentar seus filhos de 2 em 2 horas, e com o passar do tempo, é porque já cresceu e não dorme de preocupação esperando-os voltarem da rua quando ficam maiores! Não é um trabalho fácil, afinal, segundo a mãe Andrea que tem um filho (Rio) de 5 meses, “É diferente de ter um trabalho em empresa em que tem horário de início e término. Ter um filho é trabalho eterno, de 24 horas por dia, sem descanso”. Segundo a mãe Priscila que tem uma filha (Natalie) de 2 anos, “Tinha que acordar durante a madrugada várias vezes para amamentá-la, mas no fundo é gostoso!”.

Mas, embora seja cansativo e seu corpo demore a voltar a o que era antes da gravidez ou que a dinâmica do casal mude, segundo Clara que tem uma filha (Bruna) de 9 anos, “É uma experiência ÚNICA! Fui a missa de Dia das Mães da escola da minha filha e ela ficou a missa inteira abraçada em mim. O abraço dela não tem igual. Nessas horas a gente vê o quão gostoso é ter uma filha”.

Gerar um filho dentro de você, como profissional da saúde, acredito que a gravidez é o processo fisiológico mais incrível que existe. Quando fazemos esforço físico o corpo se adapta para acelerar o coração e distribuir mais sangue ao corpo. Quando estamos com frio o corpo organiza para urinarmos menos a fim de eliminarmos menos líquido. Quando se está gravida, como o organismo sabe quando deve desenvolver o cérebro do bebezinho? Como sabe quando é a hora de nascer e começar as contrações uterinas e dilatar o colo uterino? A natureza é maravilhosa!
E quando se está gravida, não é fácil imaginar a real situação que daqui a umas semanas terá um novo integrante na família. Segundo a mãe Priscila que tem uma filha (Natalie) de 2 anos, “Só percebi que eu havia me tornado mãe mesmo quando saí da maternidade e cheguei em casa. Quando fui dar o primeiro banho em casa, quando fui amamentá-la”. A futura mãe Deusa de 36 semanas (8 meses) também  concorda: “Está tão próximo, mas ainda não consigo imaginar que daqui a um mês minha casa estará diferente, e que este Natal comemorarei como sendo uma família e não, um casal”.

Hoje em dia para quem quer ser mãe adotiva, o processo de adoção ainda é muito devagar e há muita burocracia! No entanto a mãe Renata que adotou a Cristina de 3 anos conta “Fiquei quase 1 ano e meio para conseguir, mas o esforço é recompensado. Quando eu e meu marido decidiu ter filho eu já tinha 44 anos e tentei fertilização, porém sem sucesso. Mas nós sempre adoramos a ideia de adotar, então parei a fertilização pela metade e dei entrada na adoção. Minha filha é linda e o mais importante para ser mãe não é só gerar e sim, saber amar, educá-la e ter vocação para ser mãe”.

Por último, tem as mães que não estão mais no nosso meio e estão guardadas nas nossas memórias. Esta semana fiquei sem graça ao dar parabéns à uma amiga cuja mãe falecera. Mas ao pesquisar bastante sobre o Dia das Mães, descobri que esta data foi criada e oficializada com a história da jovem norte-americana, Annie Jarvis, em 1914. Sua mãe havia falecido e Annie entrou em um quadro de depressão profunda. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas dela tiveram a idéia de perpetuar a memória da mãe de Annie com uma festa. Annie quis que a homenagem fosse estendida a todas as mães vivas ou mortas! Desta forma, percebi que não havia constrangimento algum em parabenizar minha amiga pelo dia, afinal estamos celebrando esta data especialmente em memória às mães que já se foram, porém permanecem eternas nos nossos corações.
Portanto, Mães, Tias e Avós, parabéns pelo seu dia e aproveitem bastante seus filhos, sobrinhos, netos e bisnetos!

Beijos,

FSMulher

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s